-PUBLICIDADE-

bryan Hawn, famoso youtuber gay estadunidense conhecido por seus lip-syncs e algumas paródias de muito sucesso por conta de sua grande bunda mal coberta por uma suga, veio às redes sociais dar uma opinião que ninguém pediu sobre a morte de George Floyd: “a polícia deveria atirar em saqueadores de todas as cores”.

Apesar do fato de um homem ter morrido injustamente, Hawn condena os distúrbios dizendo que não há maneira mais rápida de dar as chaves a Trump por mais quatro anos. Ele também afirma ter abandonado seus direitos enquanto gay porque não quer ver a cidade queimar – não entendemos, ok!

E como se não fosse suficiente, alguém criou uma conta no Instagram, BryanHawnRacist, que fornece todos prints de suas opiniões racistas, incluindo aquelas que dizem que “se recusa a se associar ao movimento (BLM)” e que a polícia precisa “melhorar seu jogo” – apesar de atropelar as pessoas com cavalos, jogar bombas de gás e atingi-los com cassetetes.

Outras citações do bonitão incluem: “o enredo engrossa quando a comunidade negra procura desesperadamente uma pessoa branca para culpá-la por ela decidir destruir a cidade com as próprias mãos”.

Dois outros tweets desenterrados de Hawn afirmam que “os asiáticos não podem dirigir” e “os judeus vão enganá-lo nos negócios”. Agora, os pedidos para o cancelamento música de Hawn do Apple iTunes começaram, bem como em sua conta no Only Fans. Parece que vai dar ruim para o gay que não quer ter direitos gays.

Diz aí, o que achou?

-PUBLICIDADE-