-PUBLICIDADE-

A infecção pelo HIV, mesmo controlada por antirretrovirais, pode acarretar em diversos problemas de saúde.

De acordo com a pesquisa realizada pelo Multicenter Aids Cohor Study, descobriu-se que homens soropositivos têm duas vezes mais chances de apresentar fragilidade nos ossos e nos músculos.

O mais grave acontece com os homens soropositivos que estão acima do peso, uma vez que eles são sete vezes mais propensos a sofrer com essas questões.

De acordo com site HIV Plus Mag, essa fragilidade, também chamada de “a epidemia silenciosa”, está ligada à baixa densidade óssea e muscular dificultando atividades rotineiras, além de causar exaustão e fraqueza.

Os constantes efeitos inflamatórios do HIV é uma das formas pelas quais o vírus pode causar essa fragilidade.

A pesquisa foi realizada com 200 homens soronegativos e 199 homens soropositivos com idade entre 50 e 69 anos.

Os médicos concluíram que para se prevenir desses efeitos, os homens devem se preocupar com a alimentação, manter-se dentro de seu peso além de ingerir vitamina D.

Texto Marcus V. Xavier – Redator chefe

Facebook 

Instagram

 

Diz aí, o que achou?

-PUBLICIDADE-