-PUBLICIDADE-

Após causar nas redes sociais ao ter um vídeo divulgado no qual afirmava que “Meninos vestem azul e meninas vestem rosa”, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves voltou a fazer uma de suas declarações polêmicas.

Uma série de vídeos publicados pelo site Fórum mostra a parlamentar afirmando que “sexo entre mulher com mulher” é uma “aberração”. A fala teria sido retirada de uma palestra feita por ela dentro de uma clínica na qual são feitas terapias de reversão sexual, a popular “cura gay”.

Ainda em um dos vídeos, Damares parece se arrepender do seu posicionamento homofóbico e tenta contornar a situação. “Falei de aberração, tu edita isso [no vídeo]”, declara ela no final das imagens divulgadas.

Em outro trecho, a política cita sua opinião sobre identidade de gênero. “Se identidade de gênero é aquilo que eu acho que eu sou, eu posso dizer que sou um coelho. Então, o homem tem uma identidade biológica, macho, e tem uma identidade de gênero?”, disparou.

No seu discurso, Damares ainda acusa a comunidade LGBT de promover um conluio para com alguns partidos políticos. “Meu filho ninguém vai sodomizar!”, exclama. Também conta que acolhe homossexuais e travestis doentes na igreja. A pastora da Assembleia de Deus acrescenta; “não somos homofóbicos, nós simplesmente falamos o que entendemos de acordo com a Bíblia, [sobre] o que é pecado.”, afirmou.

Assista:

Bruno Oliveira – Redator Chefe

Diz aí, o que achou?

-PUBLICIDADE-