-PUBLICIDADE-

No Brasil e em todo o mundo, 28 de junho é o Dia do Orgulho LGBT. A data teve origem devido uma reação, em 1969, a sucessivas batidas policiais ao bar Stonewall Inn, em Nova York. O local este, que era ponto de encontro de gays, lésbicas, travestis, trans e drag queens em uma época em que espaços para a comunidade LGBT eram incomuns.

O Stonewall Inn no final de 1960
Jovens em frente ao Stonewall Inn na época das rebeliões

Ações semelhantes da polícia, movidas por preconceito, eram frequentes naquela época, não só nos Estados Unidos, como também em outros países, em geral justificadas por prática de “conduta imoral”.

Mas naquele 28 de junho, o transporte dos presos no bar demorou para acontecer. Indignada com a truculência da polícia, uma multidão começou a se aglomerar ao redor do bar para impedir o deslocamento dos detidos. Até que em um certo momento, os ânimos se acirraram e o embate corporal entre polícia e comunidade LGBT, foi inevitável.

Confronto entre policiais e a comunidade LGBT em 1960

O confronto foi dispersado no fim da madrugada com a chegada da polícia  tática de Nova York e a prisão de mais de 10 pessoas. Mas este foi o estopim para que outros protestos na cidade nas noites seguintes acontecessem e no terceiro dia de manifestação, mais de mil pessoas foram às ruas.

Protestos dos militantes dias seguintes às revoltas
Militantes marchando por Nova York nos dias seguintes às revoltas
Militantes marchando por Nova York nos dias seguintes às revoltas

No ano seguinte, em 1970 a comunidade LGBT local decidiu homenagear a coragem desses manifestantes na luta por liberdade e realizou a primeira marcha gay do mundo, dando origem à 1ª Parada do Orgulho LGBT dos Estados Unidos, em 28 de junho daquele ano.

 

Primeira Parada Gay , em Nova York, em 1970
Primeira Parada Gay , em Nova York, em 1970

A partir daí, outros eventos se inspiraram e surgiram em outras cidades, fazendo com que a data do dia 28 e o mês junho se tornassem o dia e mês do Orgulho LGBT.

Texto Marcus V. Xavier – Redator chefe

Facebook

Instagram

Diz aí, o que achou?

-PUBLICIDADE-