Battle é um romance do escritor japonês Koushun Takami e traz vários personagens, dentre eles, Sho Tsukioka, abertamente gay

 Round 6 sagra sucesso estrondoso e inquietante. A produção sul-coreana, do diretor Hwang Dong-Hyuk, que bateu o recorde de “Bridgerton” e se tornou a série mais assistida de todos os tempos na plataforma de streaming, tem as suas inspirações que ajudaram a dar vida ao enredo fascinante e repugnante ao mesmo tempo. Apesar de o conteúdo remeter a mente do espectador a filmes como Jogos Mortais, por exemplo, a inspiração proeminente foi Battle Royale, gênero de jogo eletrônico que mistura elementos de exploração e sobrevivência concomitantemente. Battle é um romance do escritor japonês Koushun Takami, de 1996, e traz vários personagens, dentre eles, Sho Tsukioka, abertamente gay.

A série atual da Netflix traz a ideia de igualdade, controle e exploração da vulnerabilidade financeira de pessoas que chegaram ao padecimento melancólico, simplesmente porque estão sem perspectiva de vida, à margem. Essas pessoas são confinadas e desafiadas a um jogo que, no final, tem uma recompensa milionária. Para elas, a realidade é um verdadeiro inferno, ao passo que o jogo representa a fuga, o respiro e uma oportunidade de ser importante. Além disso, os integrantes por si sós não têm autonomia de escolher se o jogo deve prosseguir, mas, por meio do voto da maioria, o jogo pode continuar ou findar.

Mas que jogo é este? Logo no início, quando o policial infiltrado entra no quarto de seu irmão supostamente desaparecido, com a suspeita de que ele teria sido sequestrado por este tal grupo, ele encontra o livro da Teoria dos Desejos, de Jacques Lacan, que é focalizado por alguns segundos na série. O desejo deve ser discernido da necessidade e também da demanda. Eu desejo o que me falta, o que ainda não tenho e, quando não consigo o objeto, sinto angústia. Um desejo se torna ainda mais desejável quando ele também é objeto de desejo do outro, por isso a competitividade desenfreada, cobiça ou apetite que tendem a se satisfazer no absoluto, como já disse Élisabeth Roudinesco (RODINESCO; PLON, 1998, p. 160). Além disso, os desejos inconscientes recalcados na infância também demarcam nossas escolhas no hoje. Alguns psicanalistas entendem que nunca deixamos de lado as brincadeiras e os desejos de infância, a diferença é que, na idade adulta, nós é quem passamos o cartão de crédito. Na série, “Batatinha frita 1, 2 ,3…”, “Cabo-de-Guerra”, “bolas-de-gude” e outras, aludiram às brincadeiras de criança. Na disputa do biscoito, o protagonista escolheu o guarda-chuva, porque o fez rememorar a sua infância. Ainda tem a questão de quem sofre Bullying, porque nunca é escolhido por outros colegas para as brincadeiras e, para ficar em uma situação de “igualdade”, é preciso tratar esta pessoa com gentiliza, como foi o caso, na série, da jogadora que não foi escolhida por ninguém na brincadeira de Bola-de-gude.

Mangá que serviu de aparato para série
No mangá Battle Royale, que teria servido de inspiração para a trama segundo o diretor, Sho Tsukioka (月 岡 彰 Tsukioka Shō) era o único estudante abertamente gay e seu pai dirigia um bar gay. Muito preocupado com a aparência e modelitos, o personagem não foi aplaudido por fãs LGBT+. Sho foi o único aluno do programa a ser pego em uma zona proibida e morrer por causa disso. Ele é muito controverso entre os fãs LGBT+ do livro, mesmo sendo o único personagem gay, já que pode ser interpretado como um sujeito ofensivo justamente por reproduzir um homossexual estereotipado e que traz inúmeros rótulos que já foram imputados erroneamente a homossexuais. Na edição especial da versão francesa do DVD do filme é mencionado que a novela fala com detalhes sobre a homossexualidade de Tsukioka. Além do mais, em uma nota nos dados do perfil do aluno no mangá, foi afirmado que Tsukioka não teria permissão para deixar o confinamento na ilha com vida. Para isso, foi dito que existe uma lei anti-LGBT que poderia ser aplicada com a vitória de Tsukioka caso ele fosse o ganhador, então ele não sairia da ilha com vida mesmo que fosse o vencedor de Battle Royale.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.